Jonas e a Baleia (2019)

    Veja também

    Formado por um jovem e amargurado estudante (Pedro Nasser), que enfrenta sérios problemas familiares por conta sua homossexualidade, e pelo pai de sua ex-namorada, um executivo bem-sucedido (Dionisio Neto) que rejeita sua própria orientação bissexual, o relacionamento é o ponto central da narrativa que discute o amor, o erotismo e os preconceitos na sociedade atual.

    Artigo anteriorA Bacia de Proust (2019)
    Próximo artigoDesamor (2018)