Papa Francisco pede solidariedade a pacientes com HIV

    Veja também

    Em discurso realizado nesta quarta (1º), líder religioso lembrou dos lugares onde o acesso aos cuidados ainda é restrito

    O papa Francisco pediu nesta quarta-feira (1º) mais solidariedade com quem sofre com o vírus HIV. No pronunciamento, realizado neste Dia Mundial de Combate à Aids, ele lembrou dos lugares onde não existe acesso aos cuidados básicos contra a doença.

    Papa Francisco (Getty Images)

    “Espero que possa haver um compromisso renovado de solidariedade para garantir cuidados de saúde eficientes e igualitários (para aqueles com HIV-Aids)”, disse o papa.

    Francisco tratou do tema recentemente, quando escreveu uma carta ao jornalista estadunidense Michael O’Loughlin, que escreveu um livro sobre o trabalho de católicos no combate à crise da aids, nos anos 80.

    “Obrigado por iluminar as vidas e dar testemunho dos muitos padres, mulheres religiosas e leigos que escolhem acompanhar, apoiar e ajudar seus irmãos e irmãs sofrendo de HIV e aids, com grande risco para sua profissão e reputação”, escreveu o papa.

    Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 37,7 milhões de pessoas conviviam com o HIV no final de 2020, mais de dois terços delas na África.