Técnico brasileiro é punido por declarações homofóbicas no México

    Veja também

    Tuca Ferretti foi multado e suspenso por três jogos após falar de “maricas” em uma coletiva de imprensa

    Tuca Ferretti, técnico brasileiro do time mexicano de futebol Bravos de Juarez, foi punido nesta segunda-feira (15) por comentários homofóbicos feitos após uma partida.

    Tuca Ferretti (Getty Images)

    “Tem velhas aqui? Não, né? Os maricas primeiro. Quem vai ser o primeiro marica?”, disse Ferretti durante uma coletiva de imprensa, após a derrota de seu time contra o Tigres na última semana. Veja abaixo:

    Na segunda, a Federação Mexicana de Futebol (FMF) emitiu a punição de três jogos de suspensão, além de uma multa sem valor revelado, ao técnico. As declarações foram criticadas pelo presidente da liga mexicana, Mikel Arriola:

    “Somos absolutamente contra qualquer tipo de discriminação. Não se pode insultar ninguém através do futebol”, disse Arriola.

    À ESPN mexicana, Tuca se pronunciou e pediu desculpas:

    “Venho a entender que as piadas que contava e conto, as coisas que dizia antes e agora já não são válidas. Não foi minha intenção e não tenho problema com nada. Se alguém se sentiu [ofendido], peço desculpas”.