Nova temporada de ‘Queer Eye’ quase foi a última, diz apresentador

    Veja também

    Bobby Berk, que assina a decoração da série, disse que hiato durante a pandemia foi importante para o grupo “recarregar as energias”

    Bobby Berk, o decorador de Queer Eye, revelou que o hiato da pandemia deu o fôlego que a série precisava para continuar. Em entrevista ao portal Hollywood Life, Berk disse que o elenco estaria desanimado antes das gravações da sexta temporada da série, em 2020, mas que a pausa ajudou o grupo a retomar o ânimo para as gravações.

    Bobby Berk (Divulgação)

    “Quando chegamos para gravar a sexta temporada em 2020, nós estávamos meio ‘não estou animado dessa vez, não quero gravar outra temporada depois dessa, essa provavelmente vai ser a última'”, disse o apresentador, “mas agora definitivamente não estamos mais assim”.

    Segundo ele, a pausa “definitivamente revitalizou” o grupo, que está pronto para seguir gravando por ainda algum tempo.

    + Leia mais: Roupas de Antoni, de Queer Eye, são alugadas em ação pró-LGBTQIA+

    Berk ainda teria revelado que a sexta temporada da série deve ter convidados que passaram por perdas durante a pandemia, e que o luto será um tema recorrente nos episódios.

    O elenco de Queer Eye (Reprodução)

    “Ter esse ano realmente nos permitiu recarregar as energias e, honestamente, realinhar nossas prioridades sobre o que realmente importa. Nos fez ver o quão importante é o trabalho que fazemos e o quão importante é a conexão humana, os abraços. É uma temporada realmente emocionante e, para mim, é a melhor até agora.”

    Queer Eye estreia dia 31 de dezembro na Netflix.