Drag queen hetero em ‘Drag Race’ rebate críticas: “representatividade”

    Veja também

    Confirmada para a 14ª temporada do reality de RuPaul, Maddy Morphosis falou sobre a aceitação de sua performance pela comunidade

    Maddy Morphosis, a primeira drag queen interpretada por um homem hetero cisgênero em RuPaul’s Drag Race, respondeu às críticas recebidas após seu anúncio no elenco da 14ª temporada do programa, na última semana (23).

    “Acho que uma das melhores coisas de estar no elenco é ampliar o debate sobre representatividade dentro da cena drag. Espero que eu ajude a fazer com que esses grupos marginalizados sejam exibidos e representados”, escreveu o performer em seu perfil no Twitter.

    O elenco completo da 14ª temporada de RuPaul’s Drag Race (Divulgação)

    Apesar das críticas, Maddy diz que entrar no universo drag queen foi uma forma de interpretar sua própria identidade de gênero e que, apesar das críticas recentes, sempre foi bem aceito na cena drag:

    “Sempre me senti bem-vindo no universo das drags desde que eu entrei, já que nunca fui evitado, excluído ou perseguido pela minha sexualidade. Mas eu sei que muitos artistas foram discriminados por serem trans, afeminados e outros.”

    A 14ª temporada de RuPaul’s Drag Race terá 14 participantes, incluindo duas mulheres transgênero. A estreia está prevista para o dia 7 de janeiro de 2022.