Santo André (SP) aprova proibição de banheiros “multigênero”; entenda

    Veja também

    Texto da PL citava “higiene” e “segurança” e foi aprovado na Câmara Municipal da cidade paulista

    A Câmara Municipal de Santo André (SP) aprovou, nesta quinta (2) um projeto que proíbe banheiros “multigênero” na cidade. Segundo o texto do PL, os motivos para a medida seriam a “higiene” e a “segurança” de mulheres e crianças.

    Câmara Municipal de Santo André (SP) aprova projeto que proíbe banheiros “multigênero” (Getty Images)

    Idealizado pelo vereador Carlos Ferreira (PSB) e redigido em conjunto a outros parlamentares, o projeto por aprovado por 17 votos a três, com uma abstenção. Agora ele seguirá para sanção do prefeito, Paulo Serra (PSDB).

    Entre os favoráveis ao texto estava Edilson Santos (PV), que afirmou: “Não quero que minha sobrinha, as filhas dos meus amigos, as crianças, possam entrar um banheiro onde tenha um homem lá usando”. Pela oposição, Eduardo Leite (PT) disse que os banheiros seriam importantes “para quem queira escolher sua identidade”.