Organização da Copa do Mundo garante “acolhimento” LGBTQIA+

    Veja também

    Líder do Comitê Organizador disse que país é tolerante, mas conservador

    O comitê organizador da Copa do Mundo do Catar afirmou que o país deverá acolher o público LGBTQIA+ durante a realização dos jogos no país, em 2022.

    Em entrevista à CNN, Nasser Al Khater, líder do comitê disse: “Nós somos um país acolhedor, tolerante e hospitaleiro, todos são bem-vindos aqui”.

    Nasser Al Khater (Reprodução)

    Al Khater ainda adereçou as declarações do jogador australiano Joshua Cavallo, assumidamente gay, que disse que teria medo de jogar no país: “Joshua Cavallo seria bem-vindo no Catar, ninguém se sente ameaçado ou inseguro aqui”.

    Apesar da abertura, o líder do comitê lembrou do conservadorismo do país e fez recomendações:

    “O Catar e a sua região são mais conservadores, então as demonstrações públicas de afeto, que são desaprovadas, devem ser evitadas. É a única indicação. Tirando isso, cada um pode viver sua própria vida. Só pedimos aos torcedores que respeitem.”