Liga de Quadribol quer mudar nome do esporte após transfobia de J.K. Rowling

    Veja também

    Em comunicado, atletas do esporte nos EUA manifestaram o desejo de afastar-se do legado da autora de Harry Potter

    A Liga de Quadribol dos Estados Unidos está buscando um novo nome para o esporte. Inspirada no jogo mágico da série Harry Potter, a modalidade estaria buscando renovações após declarações transfóbicas da autora da saga, J.K. Rowling.

    Segundo reportagem da Veja, representantes do jogo pensaram em substituir o nome do esporte (quidditch, em inglês) por opções como Quadball, Quadraball, Quidstrike, Quidball e Quicker.

    “As ligas esperam que uma mudança de nome possa ajudá-las a continuar a se distanciar das obras de J.K. Rowling, autora da série de livros Harry Potter, quem está cada vez mais sob escrutínio por suas posições anti-trans nos últimos anos”, diz um comunicado oficial dos atletas.

    Na vida real, o quadribol é jogado por dois times com sete jogadores cada. Todas as posições são caracterizadas por bandanas e inspiradas em regras da modalidade literária. Durante as partidas, os jogadores devem, obrigatoriamente, manter uma vassoura entre as pernas, e elas não podem tocar o chão.

    Transfobia
    A escritora J.K. Rowling, autora da série Harry Potter, fez declarações recentes com teor transfóbico. Pelo Twitter, a britânica compartilhou uma notícia do jornal The Times questionando a legitimidade da identidade de gênero de pessoas trans.

    J.K. Rowling (Reprodução)

    Na reportagem compartilhada, o jornal conta que a polícia deverá registrar estupros cometidos por criminosos com genitais masculinos como “femininos”, caso este for o gênero com o qual os indivíduos se identificam.

    Na legenda do link compartilhado, Rowling escreveu: “Guerra é paz. Liberdade é escravidão. Ignorância é força. O indivíduo com pênis que estuprou você é uma mulher”.

    Esta não é a primeira vez que a escritora se envolve com polêmicas e desfere ataques à população trans. Já há alguns anos, Rowling tem se posicionado a fim de desenhar uma diferença clara entre indivíduos cis e trans.