Homem é preso nos EUA após ameaças de atentado a Parada do Orgulho de Nova York

    Veja também

    Segundo publicação, criminoso de 74 anos teria sido identificado pelo FBI e preso após busca em sua casa

    Um homem de 74 anos foi preso nos Estados Unidos após fazer ameaças de atentados à Parada do Orgulho de nova York. De acordo com o New York Post, Robert Fehring teria mandado mais de 60 cartas desde 2013 ameaçando causar violência no evento.

    Natural de Long Island, em Nova York, Fehring teria ameaçado o evento com armas de fogo, bombas, facas e “o que for necessário” para causar violência no evento. Em uma mensagem recente, ele prometeu um atentado que faria o tiroteio na boate Pulse, em 2013, virar “algo leve”.

    Parada do Orgulho em Nova York (Getty Images)

    Além das ameaças ao evento, o criminoso ainda teria ameaçado alvos individuais, como o CEO de um grupo LGBTQIA+ de Long Island e uma barbearia gay no Brooklyn.

    + Leia mais:Jovem denuncia ataque homofóbico em Tubarão (SC)

    Segundo um comunicado do FBI, o homem foi preso no último dia 18 de novembro após uma busca em sua casa por agentes do governo, que encontrou duas pistolas carregadas, duas armas de choque, centenas de carregamentos e um envelope destinado a um advogado pró-LGBTQIA+, repleto de restos de um pássaro morto.