DaBaby não procurou ONGs de combate ao HIV após promessa

    Veja também

    Músico teria se comprometido a auxiliar três instituições após ofensas sorofóbicas em julho, mas ONGs dizem não terem recebido apoio

    Mais de quatro meses após disparar ofensas homofóbicas e sorofóbicas em um show, o rapper DaBaby ainda não colaborou com as ONGs com que havia se comprometido.

    O músico, que gravou um vídeo desculpando-se na ocasião, havia prometido contribuir com três instituições ligadas ao combate ao HIV. Sua equipe chegou a reunir-se com as ONGs Black AIDS Institute, The Normal Anomaly Initiative e Positive Women’s Network. Entretanto, reporta o The Daily Beast, as três afirmam não terem sido mais procuradas pelo músico.

    DaBaby (Getty Images)

    DaBaby recebeu críticas e teve contratos cancelados após o vazamento de vídeos de um show seu em que dizia:

    “Se você apareceu hoje aqui com HIV, AIDS ou qualquer uma dessas doenças sexualmente transmissíveis, isso vai fazer você morrer em duas ou três semanas, então coloque a luz do seu celular para o alto.”

    Na mesma ocasião, ele ainda ofendeu mulheres e homens gays.

    Logo após o vazamento, o Lollapalooza cancelou a participação de DaBaby no festival.

    O cantor chegou a gravar um vídeo pedindo desculpas, mas dizendo que suas palavras teriam sido mal interpretadas na ocasião. “O que eu faço em um show, é para o público no show”, disse.