Zendaya quer dirigir história de amor entre mulheres negras

    Veja também

    Em entrevista, atriz disse que tem planos para assumir a cadeira do diretor no futuro – e que já pensa em história LGBTQIA+ que gostaria de produzir

    Zendaya falou sobre o futuro de sua carreira. Em entrevista à revista Interview, lançado na última terça (7), a atriz revelou seus planos para aprender direção. E compartilhou uma das ideias que gostaria de desenvolver – uma história de amor entre duas mulheres negras.

    Zendaya para a revista Interview (Reprodução)

    “Não quero que seja baseado em nada além de uma história de amor entre duas pessoas se apaixonando. É isso, algo simples e bonito, que deixe você que com vontade de se apaixonar”, disse a artista.

    Segundo Zendaya, sua ideia seria criar um romance despretensioso, sem o lado traumático da experiência LGBTQIA+:

    “Eu nunca vi uma história assim sem lidar com o lado traumático das coisas – o que é realmente um tema importante, mas eu adoraria fazer uma história de crescimento, onde coisas engraçadas acontecem, exatamente como qualquer outra pessoa jovem tentando entender quem ela é.”

    Zendaya para a revista Interview (Reprodução)

    Ainda que não tenha planos imediatos para assumir a cadeira do diretor, a atriz contou que passa muito tempo nos sets de produção, conversando com as equipes e tentando aprender o que pode:

    “Eu nunca pensei ‘eu quero fazer isso agora, aquilo depois’, eu só quero fazer as coisas que me deixam feliz e me trazem alegria e me realizam como artista e como pessoa. Então eu tô deixando acontecer, porque se algum dia minha carreira mudar completamente, então eu vou me permitir fazer isso. A ideia de dirigir no futuro me anima. É por isso que passo tanto tempo no ser. Quando não estou lá, estou tentando aprender. Eu vou aos membros da equipe e pergunto ‘o que você está fazendo hoje? Pode me explicar?’ Porque nós temos bons veteranos no jogo. Então espero, algum dia, poder fazer as coisas que eu quero ver.”