Espetáculo sobre HIV é destaque em SP em semana do Dia Mundial de Combate à AIDS

    Veja também

    Espetáculo A Doença do Outro, de Ronaldo Serruya, faz curta temporada até 5/12 no Espaço Cênico Ademar Guerra

    O ator e dramaturgo Ronaldo Serruya vai estrear uma curta temporada de seu espetáculo A Doença do Outro no Espaço Cênico Ademar Guerra, do Centro Cultural SP. A peça, um diálogo sobre os corpos convivendo com HIV, suas estigmatizações e as conquistas sociais, será apresentada até sábado (5) na semana que marca o Dia Mundial de Combate à AIDS (1º de dezembro).

    Ronaldo Serruya (Divulgação)

    Vencedor do 7º edital da Mostra de Dramaturgia em Pequenos Formatos Cênicos do Centro Cultural São Paulo, o espetáculo propõe a interação com o público. Além disso, ainda lança mão de formatos como o videografismo e de projeções, inclusive no figurino.

    Para Serruya, é também uma maneira de confrontar seu próprio diagnóstico positivo para HIV, recebido em 2014. “Para a maioria o corpo portador do HIV é um corpo perigoso, recusado, fracassado e sigiloso. Escrever a peça era um sonho antigo, agora materializado como forma de recusar o silêncio e a culpabilização”, explica Serruya.

    A Doença do Outro tem direção de Fabiano Dadado de Freitas e atuação do próprio Serruya. Os ingressos estão à venda no Sympla.