Ator Eddie Redmayne diz que papel trans foi um “engano”

    Veja também

    Protagonista em A Garota Dinamarquesa, astro diz que concorda com críticas à escalação e que não aceitaria papel atualmente

    O ator Eddie Redmayne disse, em entrevista ao The Sunday Times, que aceitar o papel da pintora transgênero Lili Elbe foi um “engano”. Protagonista do filme A Garota Dinamarquesa, Redmayne foi elogiado por sua atuação e chegou a receber uma indicação ao Oscar pelo papel.

    Entretanto, o filme recebeu críticas da comunidade pela escalação de um homem cisgênero para o papel de uma importante figura trans. Na entrevista, ele refletiu sobre o tema e concordou com as críticas:

    Eddie Redmayne (Getty Images)

    “Não, eu não aceitaria [o papel] hoje em dia. Eu fiz o filme com a melhor das intenções, mas acho que foi um engano.”

    Aos 39 anos, o ator afirma que é preciso “nivelamento” quando o assunto são papéis LGBTQIA+. “A maior discussão sobre frustrações no casting é porque muita gente ainda não tem um lugar na mesa. Precisamos de nivelamento, senão esses debates vão continuar”.

    Eddie Redmayne em “A Garota Dinamarquesa” (Reprodução)

    Colega de Redmayne em cena, Alicia Vikander diz concordar. Em entrevista ao Insider, ela disse: “Entendo completamente as críticas recebidas, porque precisamos mudar e assegurar que homens e mulheres trans também participem do trabalho”.