Câmara chilena aprova casamento e adoção por casais do mesmo sexo

    Veja também

    Projeto segue agora para o Senado; presidente do Chile já sinalizou a aprovação da medida

    A Câmara do Chile aprovou, na última semana, uma medida que permite o casamento e adoção de crianças por casais homossexuais. Com 101 votos favoráveis e 30 contrários, o projeto segue agora para o Senado.

    A Câmara do Chile aprovou, na última semana, uma medida que permite o casamento e adoção de crianças por casais homossexuais (Getty Images)

    O Chile aceita, desde 2015, a união entre pessoas do mesmo sexo, mas o direito não se estendia à adoção de crianças por casais LGBTQIA+. Já a proposta de casamento ficou parada no Senado por quatro anos, até o presidente conservador Sebastián Piñera surpreender a declarar apoio à medida.

    “Penso que está na altura de haver igualdade no casamento no nosso país”, disse Piñera, que já disse que, se aprovada, a decisão será publicada em forma de lei.

    Durante o debate na Câmara, apoiadores concentraram-se na capital, Santiago, onde celebraram e festejaram a aprovação.

    Também na última semana, o Chile anunciou ainda a eleição de sua primeira deputada trans, Emilia Shneider.