Ativista LGBTQIA+ e drag queen é encontrado morto no Mato Grosso

    Veja também

    Corpo de Rogério Diego dos Santos, também conhecido como Julya Madsan, tinha marca de facadas; suposto crime teria ocorrido no município de Juína

    O ativista LGBTQIA+ Rogério Diego dos Santos, de 28 anos, foi encontrado sem vida no último sábado (13), em Juína, no Mato Grosso. Rogério era membro militante da Secretaria Estadual da Juventude PT e da Juventude do PT de Juína. Ele também era conhecido por sua performance como a drag queen Julya Madsan.

    Artista criador da drag queen Julya Madsan foi encontrado sem vida no último sábado (13) (Reprodução)

    De acordo com o G1, o ativista foi encontrado em um local conhecido como a Linha Barroso. O corpo tinha marca de facadas e, segundo a Polícia Civil, estaria no local há pelo menos três ou quatro dias. Devido ao estado de decomposição, ele precisou ser encaminhado ao Instituto Médico Legal, onde foi identificado posteriormente.

    Em nota, a Secretaria Estadual da Juventude do PT e a Juventude do PT de Juína lamentaram a morte de Julya Madsan, “jovem artista, negra, LGBT, que encantava o mundo com sua arte”.