Premiados – Festival MixBrasil 2021

    Veja também

    Google homenageia advogada travesti Janaína Dutra

    Brasileira fez história ao tornar-se a primeira pessoa transvestigênero...

    Prefeito do Recife não assina lei da visibilidade lésbica

    Projeto, aprovado pela Câmara Municipal, não foi assinado por...

    Memorial vai contar histórias de vítimas da Aids no Brasil

    Iniciativa está coletando áudios e retalhos com lembranças das...

    Lutador de MMA, Cris Macfer defende criação de categoria para pessoas transgênero

    Atleta brasileiro vai submeter a pesquisa para investigar processo...

    CINEMA

    Coelho de Ouro – Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil

    • Melhor Curta-Metragem Brasileiro: MANAUS HOT CITY, de Rafael Ramos
    • Melhor Longa-Metragem Brasileiro: DESERTO PARTICULAR, de Aly Muritiba

    INCENTIVO: O longa e o curta premiados com o Coelho de Ouro também receberão os prêmios DOTCINE, CTAV e MISTIKA de incentivo à realização de seus novos projetos audiovisuais através da parceria do Festival MixBrasil com apoiadores da área cinematográfica.

    Coelho de Prata – Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para Curtas-metragens

    • Melhor Direção: Victoria Negreiros e Júlia Fávero, por COMO RESPIRAR FORA D’ÁGUA
    • Melhor Roteiro: Rodrigo Almeida, por O NASCIMENTO DE HELENA
    • Melhor Interpretação: Raphaella Rosa, por COMO RESPIRAR FORA D’ÁGUA
    • Menção Honrosa: FLOR DE MURURÉ, de Marcos Corrêa e Priscila Duque

    Coelho de Prata – Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para Longas e Médias-metragens

    • Melhor Direção: Madiano Marcheti, por MADALENA
    • Melhor Roteiro: André Antônio, por VÊNUS DE NYKE
    • Melhor Interpretação: Pedro Fasanaro, por DESERTO PARTICULAR
    • Menção Honrosa: ATÉ O FIM, de Glenda Nicácio e Ary Rosa

    Coelho de Prata – Prêmio do Público

    • Melhor Curta-Metragem Nacional: DOIS GAROTOS QUE SE AFASTARAM DEMAIS DO SOL, de Lucelia Sergio e Cibele Appes
    • Melhor Curta-Metragem Internacional: NA NATUREZA, de Marcel Barelli (Suíça)
    • Melhor Longa-Metragem Nacional: MÁQUINA DO DESEJO, de Joaquim Castro e Lucas Weglinski
    • Melhor Longa-Metragem Internacional: BENEDETTA, de Paul Verhoeven (França, Holanda)
    • Prêmio Canal Brasil de Curtas: O AMIGO DO MEU TIO, de Renato Turnes
    • Prêmio SescTV: UMA CARTA PARA O MEU PAI, de Aline Belfort
    • Bolsa Ateliê Bucareste: Giuliana Lanzoni, pela fotografia de COMO RESPIRAR FORA D’ÁGUA
    • Prêmio CineMix Periférico: COMO RECUPERAR O FÔLEGO GRITANDO, de Diego Nascimento e Murilo Gaulês

     

    DRAMÁTICA

    Coelho de Ouro – Prêmio Dramática – Júri: ELE, de Oliver Olívia

    • Menções Honrosas: O QUE RESTA, de Thiago Vilanova e O SILÊNCIO ANUNCIA O GRITO OU VOZ BIXA, de Marco Antonio Oliveira
    • Coelho de Prata – Prêmio Dramática – Público: O SILÊNCIO ANUNCIA O GRITO OU VOZ BIXA, de Marco Antonio Oliveira

     

    MIX LITERÁRIO

    • Prêmio Mix Literário: MONSTRANS, de Lino Arruda
    • Menção Honrosa: NECA + 20 POEMETOS TRAVESSOS, de Amara Moira
    • Prêmio Caio Fernando Abreu de Literatura: ÚLTIMO DIA DO AMOR, de Brunow Camman

     

    PRÊMIOS ESPECIAIS

    • Prêmio Ícone Mix: Ney Matogrosso
    • Prêmio Suzy Capó: Glenda Nicácio, codiretora do longa ATÉ O FIM, e o elenco do filme – Wal Diaz, Arlete Dias, Maíra Azevedo e Jenny Muller
    • Prêmio Show do Gongo: BARBARA BEAUTY, de DaCota Monteiro
    • Prêmio Ida Feldman: Jurandy Valença