Mesa: O cenário dos festivais e o cinema independente

    Veja também

    #tech #artsy

    » 15 NOV, segunda, às 18h @ PLATAFORMA: YOUTUBE MIXBRASIL (60’) 
    12 anos | MixLab Spcine | Acessibilidade: Libras

    Quais são as perspectivas para os festivais de cinema no futuro pós-pandêmico, particularmente no que se refere à promoção e difusão do audiovisual independente? Esta mesa reúne profissionais de festivais, distribuição e produção com o intuito de discutir curadoria, eventos virtuais, público e outros temas que atravessam o circuito dos festivais diante da iminente retomada das atividades do setor.

    Mediador: André Fischer, Diretor do Festival Mix Brasil.

    João Ferreira: Vive em Lisboa e é diretor artístico do Queer Lisboa desde 2004. Júri no Berlinale e em Cannes, e nos festivais queer de Bilbao, Turim, Praga, Viena, São Paulo e Palermo. Co-organizador dos livros “Cinema e cultura queer” (2014) e “O vírus-cinema: cinema queer e VIH/Sida” (2018).

     

     

    Pedro Tinen: Programador, pesquisador e curador em cinema. German Chancellor Fellow pela Fundação Alexander von Humboldt na Alemanha, onde pesquisa a rede de festivais europeus e a retomada das atividades pós-pandemia. Participa do coletivo Programmers of Colour (POC2) e dos comitês de seleção dos festivais Mix Brasil e Mostra Ecofalante. Alumnus do programa Locarno Industry Academy e da residência RAW dos festivais Doclisboa e Márgenes. Mestre em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).