Premiação 2019

    Veja também

    Atriz que vive Power Ranger lésbica fala sobre visibilidade

    Tessa Rao interpreta Izzy Garcia, a Ranger verde e...

    Prefeito do Recife não assina lei da visibilidade lésbica

    Projeto, aprovado pela Câmara Municipal, não foi assinado por...

    Anvisa aprova tratamento de um comprimido para HIV

    Avanço anunciado nesta segunda (29) reúne dois antirretrovirais em...

    COELHOS DE OURO

    Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil

    • Melhor Curta-Metragem Brasileiro: BONDE, de Asaph Luccas
    • Melhor Longa-Metragem Brasileiro: INDIANARA, de Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa

    INCENTIVO: O longa e o curta premiados com o Coelho de Ouro também receberão os prêmios DOTCINECTAV e MISTIKA de incentivo à realização de seus novos projetos audiovisuais através da parceria do Festival Mix Brasil com apoiadores da área cinematográfica.

    COELHOS DE PRATA

    Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para Curtas-metragens

    • Melhor Direção: Loli Menezes, por SELMA DEPOIS DA CHUVA
    • Melhor Roteiro: Camila Gaglianone, Cris Lyra, Ananda Maranhão, Elis Menezes, Lana Lopes, Raíssa Lopes e Yakini Kalid, por QUEBRAMAR
    • Melhor Interpretação: Wallie Ruy, por MARIE
    • Menção Honrosa: Divina Valéria, de MARIE

    Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para Longas-metragens

    • Melhor Direção: Bea Morbach, Débora Mcdowell e Renata Taylor, por TRANSAMAZONIA
    • Melhor Roteiro: Gustavo Vinagre e Marcelo Diorio, por A ROSA AZUL DE NOVALIS
    • Melhor Interpretação: Anne Celestino Motta, por ALICE JÚNIOR
    • Menção Honrosa: ALICE JÚNIOR, de Gil Baroni

    Prêmio do Público

    • Melhor Curta-Metragem Nacional: PERIFERICU, de Nay Mendl, Rosa Caldeira, Stheffany Fernanda e Vita Pereira
    • Melhor Curta-Metragem Internacional: LES SAINTS DE KIKO, de Manuel Marmier (França)
    • Melhor Longa-Metragem Nacional: ALICE JÚNIOR, de Gil Baroni
    • Melhor Longa-Metragem Internacional: RETRATO DE UMA JOVEM EM CHAMAS, de Céline Sciamma (França)

    PRÊMIOS ESPECIAIS

    • Prêmio Ícone Mix: Marina Lima
    • Prêmio Suzy Capó: o filme PERIFERICU, de Nay Mendl, Rosa Caldeira, Stheffany Fernanda e Vita Pereira
    • Prêmio Canal Brasil de Curtas: SWINGUERRA, de Barbara Wagner e Benjamin de Burca
    • Prêmio SescTV: HOMENS INVISÍVEIS, de Luis Carlos de Alencar
    • Prêmio Show do Gongo All StarsA DRAG A GOZAR, de Kiko César
    • Prêmio Ida Feldman: a Vinheta do 27º Festival Mix Brasil, criada pela agência VETOR ZERO
    • Prêmio Big Mix DiversityHUNI KUIN: YUBE BAITANA, de Bobware/Beya Xiña Bena (Brasil)
    • Prêmio Mix Literário: NINGUÉM VAI LEMBRAR DE MIM, de Gabriela Soutello
      Menção Honrosa: Bruno Ribeiro, de GLITTER
    Previous articleFicha Técnica
    Next articleÍcone Mix 2019