Escrito por Brontez Purnel, livro que aborda tensões raciais e a depressão entre homens gays é lançado no Brasil

“Johnny, você me amaria se o meu fosse maior?”, lançado no Brasil pela Editora Planeta, é um romance que desmistifica quaisquer tabus e pudores sobre o mundo dos homens gays

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -
- Publicidade -

Escrito por Brontez Purnell, Johnny, você me amaria se o meu fosse maior?” é um romance que desmistifica quaisquer tabus e pudores sobre o mundo gay. Lançado inicialmente por uma editora underground de São Francisco, na Califórnia, o livro conta a história de um artista e dançarino negro que se autoclassifica como “gay old school”, personagem que guarda muitas semelhanças com o autor. Com forte inspiração autobiográfica, a publicação é agora lançada no Brasil pela Editora Planeta.

O protagonista do livro – cujo nome não é revelado para o leitor – não confia nas novas gerações de homens gays que invadem as ruas e a noite de São Francisco. São jovens com capacetes  e bicicletas modernas, que não dispensam o cinto de segurança e as camisinhas, mas são incapazes de se relacionarem afetivamente, sobretudo com corpos transgressores.

Na obra, enquanto nutre seu ódio por esse grupo, o protagonista sabota suas relações, imaginando paixões instantâneas e muitas vezes inexistentes nos bares, nos parques, nas saunas e em outros cantos de uma cidade cada vez mais conservadora.

Capa (Foto: Divulgação)

Além das questões LGBTQIA+, o romance aborda ainda os preconceitos de classe,  tensões raciais, a objetificação do corpo negro nos Estados Unidos, depressão tão comum entre os gays americanos e as relações sociais de um indivíduo soropositivo. 

Fui até a farmácia e olhei para a caixa de camisinhas para o meu tamanho (ou seja, portátil). Percebo que não peguei HIV porque fui promíscuo como uma prostituta (necessariamente), eu peguei HIV porque fiquei constrangido demais pra comprar camisinhas pequenas“, revela o personagem principal.

O romance de “não memórias” é construído de forma não linear e cada capítulo ganha vida própria. Usando termos característicos da comunidade gay, mas sem se tornar hermético, o livro se propõe a mostrar verdades sobre esse universo.

Ficha Técnica

Título: Johnny, você me amaria se o meu fosse maior?
Autor: Brontez Purnell
Páginas: 176 pp.
Preço livro físico: R$ 46,90
Editora Planeta

MixBrasil
MixBrasil
Fundado em 1994, o MixBrasil é o primeiro portal de informações e cultura LGBTQIA+ do Brasil

Deixe uma resposta

- Publicidade -
- Publicidade -

Latest News

Editoras Ática e Scipione destacam 4 livros infantojuvenis para abordar diversidade sexual e de gênero

Obras trazem representatividade para os jovens leitores e histórias auxiliam famílias a entenderem processos de autoconhecimento de crianças e adolescentes

More Articles Like This

- Publicidade -