Pedro HMC se pronuncia pela primeira vez sobre vídeo íntimo vazado e morte de Paulo Vaz

O vazamento das imagens ocorreu em março deste ano, um dia antes da morte de Paulo Vaz

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -
- Publicidade -

Na última quarta-feira (1º), o influenciador digital Pedro HMC se pronunciou pela primeira vez sobre o vazamento de um vídeo íntimo e a morte de seu marido, o policial Paulo Vaz (Popó Vaz). Em entrevista ao colunista Leo Dias, do jornal Metrópoles, ele deu mais detalhes sobre sua vida nos últimos meses.

O vazamento das imagens aconteceu em março deste ano, um dia antes da morte de Popó. Em conversa com Leo Dias, Pedro contou que o responsável pela divulgação indevida do vídeo íntimo foi um rapaz que ele conheceu em um aplicativo de relacionamento. Em sua casa, o homem teria acessado o celular e publicado o vídeo no Instagram.

Popó Vaz e Pedro HMC (Foto: Reprodução)

Não sei qual foi o intuito além da maldade. Tudo bem, vazou um vídeo, mas ninguém pensou no nível de ódio que o Paulo também estava recebendo”, pontuou Pedro. O influenciador ainda afirmou que Popó ficou muito triste com os comentários transfóbicos que recebeu da própria comunidade LGBTQIA+.

‘Se o marido tivesse um pênis, não ia estar com outro’. Eram homens gays falando tudo aquilo. Fiquei extremamente chocado com a quantidade de gays moralistas. É muito difícil chamar como comunidade”, lamentou Pedro, na entrevista a Leo Dias.

Pedro também revelou que questões profissionais também já estavam deixando Popó mal há algum tempo. “O Paulo, além disso, estava com outras questões pessoais e profissionais e que estavam influenciando. (…) Ele falava dessas questões dos plantões, que estavam mexendo muito com ele. Ser policial é um trabalho que a pessoa passa muita pressão”, contou.

Pedro HMC (Foto: Reprodução/ YouTube)
MixBrasil
MixBrasil
Fundado em 1994, o MixBrasil é o primeiro portal de informações e cultura LGBTQIA+ do Brasil

Deixe uma resposta

- Publicidade -
- Publicidade -

Latest News

Editoras Ática e Scipione destacam 4 livros infantojuvenis para abordar diversidade sexual e de gênero

Obras trazem representatividade para os jovens leitores e histórias auxiliam famílias a entenderem processos de autoconhecimento de crianças e adolescentes

More Articles Like This

- Publicidade -