Espetáculo aborda a homossexualidade e relacionamentos durante a epidemia da AIDS

“Angels In America”, com versão cênica de Paulo de Moraes, retorna para o Rio de Janeiro, no Teatro Prudential, de 28 de abril a 8 de maio

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -
- Publicidade -

Considerado por muitos estudiosos como o texto teatral mais importante dos últimos 50 anos, “Angels In Americafoi escrito por Tony Kushner no início dos anos 1990. A obra, com versão cênica de Paulo de Moraes, volta para temporada no Rio de Janeiro, no Teatro Prudential, de 28 de abril a 8 de maio.

“Angels In Americase passa na década de 1980, em Nova York, durante a chamada era Reagan e quando a AIDS assola a cidade como uma espécie de epidemia. Mas o lugar pode ser qualquer grande cidade no mundo, atravessada pela “urgência” do dia a dia, que parece não permitir o tempo estendido de se conectar ao outro. Mas, apesar e por conta disso, as personagens arrebatadas de Tony Kushner – cheias de dor, medo e uma frágil esperança – tentam fazer contato dentro deste abismo.

Na versão cênica de Paulo de Moraes, Jopa Moraes é Prior Walter, o profeta que, com apenas 30 anos, acaba de ser diagnosticado com AIDS. Sozinho no apartamento, o personagem tem sonhos febris onde ouve uma voz angelical que chama por ele. Paralelo a isso, o famoso advogado Roy Cohn (Sérgio Machado) – uma figura que realmente existiu – também recebe de seu médico a notícia de que está com AIDS.  Perverso e ultraconservador, ele esconde sua homossexualidade e sua doença.

Rainer Cadete é Joe, um advogado mórmon que trabalha no Tribunal de Apelação como chefe de gabinete há cinco anos. Ele é pupilo de Roy, que lhe oferece um cargo importante no Departamento de Justiça em Washington, para que Joe o beneficie em um processo que visa expulsar Cohn da Ordem dos Advogados. Joe se vê dividido entre a carreira e seus princípios éticos. Além disso, seu casamento com Harper (Lisa Eiras) não vai nada bem. 

A criação religiosa fez com que Joe nunca assumisse sua homossexualidade e, para aplacar a depressão da relação, Harper ingere quantidades enormes de Valium, buscando refúgio em suas alucinações. Num momento de crise, Joe liga para a mãe, Hannah (Patrícia Selonk), e conta para ela que é gay. Ele deixa Harper para viver com Louis (Felipe Bustamante) – que trabalha no tribunal como digitador.

Prior está desolado sem alguém do seu lado. Perdeu muitos amigos para a AIDS nos últimos tempos e teme ser o próximo. No auge da doença e da febre, um Anjo (Isabel Pacheco) desce dos céus e aparece em seu quarto. Prior é o escolhido para restabelecer a paz na humanidade, mas faz de tudo para rejeitar sua profecia.

Com produção e realização da Armazém Cia. de Teatro, “Angels In America estreou nacionalmente em São Paulo, em maio de 2019, com temporada no Sesc Vila Mariana – Teatro Antunes Filho. Passou por temporadas no Rio de Janeiro e Curitiba (PR) e agora retorna à capital fluminense, com apresentação no Teatro Prudential, de 28 de abril a 8 de maio, com apresentações de quinta a domingo.

(Foto: João Gabriel Monteiro)

Serviço

ANGELS IN AMERICA

Teatro Prudential: Rua do Russel, 804, Glória, Rio de Janeiro – Edifício Manchete;
Ingressos entre R$ 25,00 e R$ 80,00;
Funcionamento da bilheteria: terça a sábado das 12h às 20h, domingos e feriados das 12h às 19h;
Temporada de 28 de abril a 8 de maio: Quintas-feiras, às 19h; sextas-feiras, às 19h: sábados, às 17h e 20h30; domingos, às 16h e  19h30h.
Vendas antecipadas pelo www.Sympla.com.br

MixBrasil
MixBrasil
Fundado em 1994, o MixBrasil é o primeiro portal de informações e cultura LGBTQIA+ do Brasil

Deixe uma resposta

- Publicidade -
- Publicidade -

Latest News

Virada Cultural 2022 terá Gloria Groove, Ludmilla e outros artistas LGBTQIA+

No próximo sábado (28) e domingo (29), além de Gloria Groove e Ludmilla, nomes como Filipe Catto, Potyguara Bardô, Luísa Sonza, Majur, Vitão e Pocah também se apresentam na Virada Cultural de SP

More Articles Like This

- Publicidade -