Tainá Müller e Renata Brás vivem relação lésbica no espetáculo “Brilho Eterno”

Inspirado no filme “Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças”, o espetáculo segue em cartaz até 12 de junho, em São Paulo

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -
- Publicidade -

Até dia 12 de junho, segue em cartaz a peça “Brilho Eterno”, no Teatro Procópio Ferreira, em São Paulo. Estrelada por Tainá Müller, Renata Brás e Reynaldo Gianecchini, o espetáculo é inspirado no no filme “Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças” (2004)

Em “Brilho Eterno”, a personagem de Renata vive uma lésbica que vai engatar uma relação “proibida” com Celine (Tainá), companheira de Jesse (Gianecchini). Além de adaptar a trama para um universo mais brasileiro, a versão do teatro, dirigida por Jorge Farjalla, traz a personagem de Tainá para o centro da história,

A peça acabou ficando muito leve e muito divertida com as soluções. É muito sensorial. Ela provoca o tempo todo os seus sentidos“, diz Gianecchini, que também é produtor da montagem, em entrevista ao g1.

Tainá Müller e Reynaldo Gianecchini em “Brilho Eterno” (Foto: Priscila Prade/Divulgação)

Gianecchini ainda explica que a montagem se inspira no filme, mas que quem espera uma reprodução da história estrelada por Jim Carrey e Kate Winslet vai ficar frustrado. “Nossa peça também é um quebra-cabeça, mas eu acho que é mais fácil de juntar as peças. O filme é uma inspiração. É o ponto de partida”, conta.

Alguns temas abordados na obra original, ainda que tenham marcado o imaginário de uma geração, são discutidos de forma diferente, especialmente a representatividade feminina. “Brilho Eterno” investe nessa abordagem contemporânea e traz o protagonismo da mulher. Além disso, na trama original, a personagem de Renata não existia e a protagonista agora é bissexual.

A personagem de Tainá, que, apesar do cabelo azul inspirado pela Clementine de Winslet, é muito mais ativa na história. “Devemos muito à Tainá, por ela chamar essa atenção para isso. Ela foi muito muito persistente nessa coisa da gente trazer para o para o dia de hoje as discussões. Então, a Celine é muito antenada com os tempos atuais“, diz Gianecchini.

Tom Karabachian, Fábio Ventura, Reynaldo Gianecchini e Wilson de Santos em “Brilho Eterno’ (Foto: Priscila Prade/Divulgação)

Serviço

Espetáculo “Brilho Eterno”

Temporada: de 25 de março a 12 de junho de 2022;
Sessões: sextas-feiras, 21h; sábados, 17h e 21h; e domingos, 18h;
Onde: Teatro Procópio Ferreira – R. Augusta 2823, Cerqueira César – São Paulo/SP;
Venda de ingressos na bilheteria: terça e quarta-feira das 14h às 19h; de quinta a domingo, das 14h até o início do espetáculo;
Abertura da casa: 1 hora antes de cada espetáculo.

MixBrasil
MixBrasil
Fundado em 1994, o MixBrasil é o primeiro portal de informações e cultura LGBTQIA+ do Brasil

Deixe uma resposta

- Publicidade -
- Publicidade -

Latest News

Virada Cultural 2022 terá Gloria Groove, Ludmilla e outros artistas LGBTQIA+

No próximo sábado (28) e domingo (29), além de Gloria Groove e Ludmilla, nomes como Filipe Catto, Potyguara Bardô, Luísa Sonza, Majur, Vitão e Pocah também se apresentam na Virada Cultural de SP

More Articles Like This

- Publicidade -