CasaNem abre vagas para pessoas trans em seu centro cultural e café na Lapa

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -
- Publicidade -
A ONG LGBTQIA+ CasaNem, mantém diversos projetos sociais, entre eles, o Palco Lapa, onde dá oportunidade para artistas da comunidade se apresentarem, e tem como madrinha Linn da Quebrada e está para lançar agora em abril, o CoffeeNem, um café vegano que venderá de pães artesanais a lanches veganos no coração do centro da cidade do Rio.

E para esses projetos continuarem a andar é preciso de gente disposta a trabalhar neles, com experiência e força de vontade. Por isso, a CasaNem abriu vagas tanto para o Palco Lapa quanto para o CoffeeNem. As inscrições são por e-mail. As vagas são de serviços gerais, e lancheiro, para fazer lanches na chapa e atender ao público.

O CoffeeNem vai abrir a partir de abril das 06h às 11h. Além de pães e lanches, terá cafés diversos, kombucha, queijos veganos e muito mais.

Os interessados em trabalhar nos projetos, basta enviar currículo para o e-mail: casanem2016@gmail.com. Quatro, das vagas, são destinadas para pessoas transexuais.

Salário mínimo+ benefícios

CasaNem

CasaNem é um centro de acolhimento da cidade do Rio de Janeiro que abriga pessoas LGBTIA+ em situação de vulnerabilidade social, em sua maioria pessoas transexuais e travestis, e que desenvolve programas e atividades em diversas vertentes com atividades focadas na autonomia e cultura dos seus moradores, além de realizar atendimentos e oferecer oficinas e cursos.] Em 2020, a Casa Nem atingia direta e indiretamente mais de 100 pessoas.

A CasaNem foi fundada pela ativista Indianarae Alves Siqueira e começou como a ocupação do imóvel anteriormente pertencente ao coletivo artístico Casa Nuvem, no bairro da Lapa. Em 2018, com o despejo do imóvel, fundou-se a ocupação CasaNem Stonewall Inn no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Foi em 2016 que casa passou a ganhar forma com o projeto PreparaNem, um curso preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) voltado para incluir travestis e transexuais nas universidades. Como muitas das alunas tinham problemas de moradia, estando sem abrigo, em condições precárias ou sofriam violências das próprias famílias, o projeto precisou ser alargado.

MixBrasil
MixBrasil
Fundado em 1994, o MixBrasil é o primeiro portal de informações e cultura LGBTQIA+ do Brasil

Deixe uma resposta

- Publicidade -
- Publicidade -

Latest News

Virada Cultural 2022 terá Gloria Groove, Ludmilla e outros artistas LGBTQIA+

No próximo sábado (28) e domingo (29), além de Gloria Groove e Ludmilla, nomes como Filipe Catto, Potyguara Bardô, Luísa Sonza, Majur, Vitão e Pocah também se apresentam na Virada Cultural de SP

More Articles Like This

- Publicidade -